animais em condomínio

As principais dúvidas sobre animais em condomínio

Tem sensação melhor do que chegar em casa e receber muito amor do seu pet depois de um dia cansativo? Com certeza eles trazem muita alegria para qualquer lar, mas quem mora em apartamento sabe que a convivência entre os pets e moradores pode ser desafiadora, por isso é importante entender as regras sobre animais em condomínio.
As regras existem para evitar conflitos entre os condôminos, assim como para garantir o bem-estar do seu pet. Neste post você pode esclarecer as principais dúvidas sobre a circulação de animais em condomínio e ainda vai conhecer a vantagem de ter um espaço projetado exclusivamente para eles dentro do condomínio.
Boa leitura!

Dúvidas frequentes sobre animais em condomínio

Não há dúvidas de que os pets são grandes amigos, mas o condomínio conta com áreas coletivas para uso de todos os moradores, por isso é importante respeitar alguns limites para não criar situações desagradáveis.
Sabemos que ainda existem muitas dúvidas sobre as regras para circulação de animais em condomínio e nós estamos aqui para esclarecer algumas delas para você:

  • Condomínios podem proibir a circulação de animais?
    Antes de mais nada é importante deixar claro que os condomínios não podem proibir a circulação de animais de estimação. Desde 2019, após aprovação do projeto de lei 3016/2019 pelo STF (Supremo Tribunal Federal), está definido que os condomínios não podem restringir os condôminos de terem pets.
    O que está permitido – e é necessário para manter a boa convivência – é o estabelecimento de regras internas para garantir o bem-estar de todos e evitar conflitos.
  • E quais são as regras para animais em condomínio?
    As regras podem variar de um condomínio para outro, mas sempre devem estar bem definidas no regulamento interno e serem compartilhadas de maneira clara com os condôminos.
    Normalmente, as normas são referentes a barulho, higiene e segurança. Confira as mais comuns:
    ○ Os animais devem andar de coleira e guia nas áreas comuns do condomínio
    ○ Seguindo a lei do silêncio, o barulho excessivo pode ser considerado perturbação e gerar notificações
    ○ É preciso recolher os dejetos do seu animal para garantir a higiene das áreas comuns do condomínio

Lembre-se de conferir o regulamento interno do seu condomínio para evitar problemas.

Você já conhece o pet place?

Pet place, space dog, pet care ou pet play: você já pode ter ouvido algum desses nomes por aí e apesar de serem diferentes, todos eles possuem o mesmo objetivo. Esses espaços existem dentro dos condomínios para que você possa contar com uma área reservada exclusivamente para o seu amiguinho de quatro patas.
O pet place foi criado como uma solução para manter a convivência harmoniosa entre os moradores do condomínio diante da crescente quantidade de pessoas que tem um animal como parte da família.
Segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), o Brasil é o terceiro maior país em população total de animais de estimação. Para se ter uma ideia, são mais de 139 milhões de pets no país.
Esses números reforçam a necessidade de serviços capazes de atender esse público tão especial, com soluções voltadas para o cuidado e bem-estar dos pets. Para que você possa conhecer melhor esse espaço e entender como ele funciona, listamos as principais vantagens do pet place:

1. Área planejada especialmente para o seu animal

Como já citamos aqui, o pet place é uma área projetada especialmente para o seu animal de estimação e por isso conta com toda a infraestrutura necessária para atendê-lo.
Isso significa que o seu pet terá acesso a um espaço desenvolvido para que ele possa se divertir, gastar energia e fazer suas necessidades com total liberdade. Para isso, o pet place conta com brinquedos, circuitos especiais e higienização adequada, podendo ter uma estrutura ainda mais completa dependendo do condomínio.

2. Redução de gastos

Levar os pets para passear pode ter custos para os donos, já que nem sempre é possível encontrar uma área adequada para eles perto de casa. Nesses casos, é preciso gastar com combustível, transporte, estacionamento e muitas vezes até mesmo com o próprio espaço de entretenimento para os pets.
Por outro lado, quem tem um pet place dentro do condomínio não precisa se preocupar com nada disso. Além de ficar a apenas alguns passos do seu apartamento e não exigir locomoção, a área é gratuita. Ou seja, você tem acesso a uma infraestrutura completa e cuidadosamente projetada para o seu pet sem gastar nada!

3. Boa convivência entre os condôminos

Ter uma área do condomínio destinada exclusivamente para os pets contribui para a boa convivência entre os moradores em diversos aspectos, começando pela redução de conflitos por conta de barulhos indesejados.
Como já explicamos aqui, o animal que fica apenas dentro do apartamento pode ficar agitado e apresentar problemas comportamentais, incluindo latidos excessivos. Sem dúvidas isso acaba incomodando os vizinhos, mas com os passeios diários no pet place isso é facilmente resolvido.
Esse espaço permite que o seu pet gaste energia, se divirta e ajuda a manter o bem-estar do animal. Consequentemente, ele fica mais relaxado e tranquilo quando está no apartamento e assim as chances de ter conflitos com vizinhos reduz drasticamente.

4. Mais praticidade no dia a dia

Sabemos que os cuidados com os pets são necessários, mas sabemos também que a rotina corrida pode dificultar os passeios diários. Quando sobra pouco tempo, ter que levar o seu animalzinho para passear longe de casa é uma tarefa muito mais complicada.
Dentro deste contexto, o pet place oferece outra grande vantagem, que é a praticidade de ter um espaço desses dentro do condomínio no dia a dia. Mesmo em um dia corrido, você tem maior flexibilidade para passear com o seu pet, já que conta com uma área específica no condomínio e nem vai precisar tirar o carro da garagem ou caminhar por muito tempo para cuidar do bem-estar do seu amiguinho.

5. Qualidade de vida para o seu pet

Ter pets em apartamentos exige alguns cuidados para garantir o bem-estar do animal e evitar problemas dentro de casa. Como o espaço é mais reduzido, levar o pet para passear diariamente é um hábito indispensável.
Os animais precisam se movimentar e gastar energia para evitar problemas comportamentais gerados pelo estresse, como desobediência ou destruição dos móveis e outros objetos da casa, por exemplo. Além do prejuízo financeiro, a saúde do seu amigo de quatro patas pode sofrer consequências graves, por isso é muito importante cuidar do seu pet com muito carinho e atenção, promovendo um ambiente confortável e hábitos saudáveis.

6. Segurança para você e para o seu pet

Sair com o seu pet dentro do condomínio é muito mais seguro do que na rua, tanto para ele quanto para você. Fazer esse passeio à noite, por exemplo, fica muito mais tranquilo sabendo que você tem toda a infraestrutura de segurança do condomínio e está a apenas alguns metros de casa.
Além disso, você sabe que o espaço é sempre higienizado e possui a infraestrutura adequada para o seu pet, assim como tem maior controle sobre o contato com outros animais.

7. Facilita a manutenção das áreas comuns do condomínio

Contar com um espaço exclusivo para os pets torna a manutenção das áreas comuns do condomínio muito mais simples e contribui para um ambiente muito mais higiênico. Mesmo que os donos respeitem as regras de higiene e de circulação estabelecidas, os animais podem ser imprevisíveis e acabar danificando alguma parte do condomínio.
O pet place é projetado considerando o comportamento animal e o fato de que nem sempre é possível controlá-lo, por isso tem toda infraestrutura pensada para reduzir os riscos de dano e também para facilitar a higienização do ambiente.

8. Valorização do imóvel

O número de famílias com pets está cada vez maior e a preocupação com o bem-estar animal cresce com esse movimento, por isso a busca por imóveis com infraestrutura adequada para receber esses pets aumentou muito. O crescimento na demanda por condomínios mais completos faz parte desse processo e deve ficar cada vez mais forte.
Sendo assim, morar em um condomínio com pet place não apenas traz conforto e praticidade no dia a dia para você e para o seu animal, como também contribui para a valorização do seu imóvel.

9. Possibilidade de interação com outros moradores

Além de garantir a boa convivência entre os condôminos, o pet place também pode ser um excelente espaço para interagir com outros moradores, criar laços de amizade e até mesmo trocar experiências sobre a criação dos pets.
Esse estímulo à interação é uma maneira de criar um sentimento de comunidade dentro do condomínio e pode contribuir para melhorar ainda mais a convivência com os vizinhos, além de permitir que você construa uma rede de apoio perto de casa. Afinal, não há nada melhor do que se sentir acolhido em um lugar, não é mesmo?

10. Espaço preparado para adestramento

Você sabia que o pet place também pode servir como um espaço de adestramento para o seu amiguinho de quatro patas? Como a área possui infraestrutura completa, é possível treinar o seu pet ali mesmo, utilizando os circuitos e brinquedos disponíveis.
Além de cuidar da saúde do animal, você também pode economizar com a ida a um local específico de treinamento, por exemplo.

Como você pode perceber ao longo deste post, é possível ter animais nos condomínios sem causar atritos com os vizinhos e o pet place é um grande aliado nesse processo. Aproveite para conhecer alguns imóveis da Cataguá que já contam com esse espaço exclusivo.


Rolar para cima