decoração de apartamentos pequenos

7 passos para otimizar espaço em apartamentos pequenos

Preço mais acessível, boa localização e mais praticidade no dia a dia: os apartamentos pequenos acompanham o estilo de vida moderno e podem trazer diversos benefícios, mas é preciso saber como aproveitar o espaço disponível para desfrutar dessas vantagens da melhor maneira.
Pensando nisso, listamos neste post 7 dicas simples que vão te ajudar a otimizar os ambientes do seu lar! Além disso, também incluímos algumas dicas extras para decoração de apartamentos pequenos, então não deixe de acompanhar este conteúdo até o final.
Pronto para começar? Então boa leitura!

Como otimizar os ambientes em apartamentos pequenos?

Os imóveis de menor metragem são cada vez mais comuns e a procura por eles tem crescido muito ao longo dos anos. Para se ter uma ideia, uma pesquisa feita pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação de São Paulo) mostrou que 6 em cada 10 apartamentos novos vendidos têm menos de 45m² – só entre 2014 e 2018, a taxa de vendas para este tipo de imóvel aumentou de 28% para 60% do total.
Se você faz parte desses índices e também mora em um apartamento pequeno, sabe a importância de organizar os detalhes para garantir a funcionalidade e o conforto no dia a dia, certo? Muita gente acredita que fazer isso dá muito trabalho, mas com as nossas dicas você vai perceber que otimizar o espaço é muito mais simples do que parece!
Com alguns passos bem fáceis você consegue aproveitar melhor os ambientes da casa e fazer com que o apartamento pareça mais amplo e aconchegante. Confira esses truques para otimizar qualquer cômodo e transforme o seu lar:

1- Aproveite as paredes

Já que não temos muito espaço horizontal disponível, por que não aproveitar os espaços verticais a nosso favor, não é mesmo? As paredes não servem apenas para pendurar quadros e são ótimas aliadas para quem mora em apartamentos pequenos.
Elas podem abrigar espaços de armazenamento, como nichos e prateleiras, ou até servir para tirar alguns objetos do caminho: a sua bicicleta pode ficar pendurada e você pode optar por armários flutuantes para economizar espaço, por exemplo. Além de serem soluções bem práticas, elas também criam um visual moderno e cheio de personalidade.
Outra opção para aproveitar mais o espaço vertical é apostar em móveis mais alongados, que vão do chão ao teto, como estantes e armários. Assim você economiza espaço, ganha mais local de armazenamento e ainda cria uma sensação de pé direito alto.

2 – Deixe a área de circulação livre

Retirar móveis e objetos que possam atrapalhar a circulação é essencial para manter a funcionalidade de qualquer imóvel, principalmente dos apartamentos de menor metragem. Se o caminho estiver obstruído, o espaço vai parecer ainda menor do que realmente é, por isso procure manter a passagem sempre livre.
Para isso, existem dois pontos chaves bastante simples para colocar em prática. O primeiro é não deixar nada jogado pela casa: guarde tudo após usar e mantenha os ambientes organizados.
O segundo é com relação aos móveis: antes de comprá-los, meça o local em que pretende colocá-los! Parece uma dica boba, mas muita gente acaba comprando sem verificar as medidas e não é raro adquirir móveis maiores do o espaço, o que pode atrapalhar a área de circulação e fazer o cômodo parecer menor.

3 – Ambientes integrados são ótimos aliados

O conceito de ambientes integrados é perfeito para imóveis pequenos, pois um layout cheio de divisões passa a sensação de um espaço muito mais limitado. Sem as paredes, o visual fica mais contínuo e os ambientes parecem mais amplos.
Atualmente, grande parte dos apartamentos menores já contam com o conceito de ambientes integrados em seu projeto, exatamente para trazer conforto, funcionalidade e modernidade. Caso o seu lar siga essa tendência, a dica é apostar em móveis para dividir os cômodos: prateleiras vazadas, bancadas ou até mesmo sofás podem fazer esse papel.
Outra maneira de delimitar as áreas da casa é utilizar cores diferentes ou até mesmo criar desenhos na pintura das paredes. Fique atento apenas para acertar nas combinações e não deixar os ambientes pesados.

4 – Portas de correr economizam espaço

As portas tradicionais ocupam mais espaço, pois precisam de uma área livre para a sua abertura, coisa que não acontece com as portas de correr. Esse modelo é uma ótima opção para apartamentos menores, deixando muito mais espaço para a circulação.
Além disso, as portas de correr são uma ótima forma de integrar os ambientes da sua casa. Isso porque elas são bem práticas e você pode escolher deixá-las abertas como uma forma de estender o cômodo sem precisar ocupar nenhum espaço extra.
As portas corrediças feitas em vidro são as mais comuns, mas você pode escolher outros materiais para manter a privacidade. Modelos em madeira ou em vidro fosco, por exemplo, são excelentes escolhas.

5 – Mantenha a casa sempre organizada

Manter a casa limpa e organizada não é só uma questão de bem-estar, mas também de funcionalidade e até mesmo otimização da circulação. Se você deixa diversos objetos espalhados pelos cômodos, a bagunça pode atrapalhar a passagem e ainda criar uma sensação de ambiente mais reduzido.
Quando todos os itens estão em seu devido lugar, os ambientes oferecem mais espaço livre e proporcionam aquela atmosfera aconchegante que vai fazer você se sentir muito mais relaxado.
Ter uma casa organizada reflete até mesmo no seu humor: ambientes bagunçados podem causar estresse, portanto crie hábitos de arrumação para não deixar a desordem tomar conta dos cômodos. Neste contexto, a próxima dica desta lista é muito importante, vamos conferir juntos?

6 – Tenha espaços de armazenamento

Um passo importante para manter a casa sempre organizada é ter espaços de armazenamento suficientes para guardar tudo o que você precisa. Caixas armazenadoras, prateleiras, nichos, cabideiros, armários e até mesmo os móveis baús podem te ajudar nessa missão.
A dica é definir um local para cada coisa: deixe os objetos mais utilizados por você em lugares de fácil acesso (chaves e coleiras dos pets podem ficar em ganchos atrás da porta, por exemplo), já os itens menos usados podem ficar em caixas em cima do guarda-roupa ou em gavetas, por exemplo.
Organize tudo de acordo com as suas necessidades, mas não esqueça de guardar os itens de volta em seus locais de origem após o uso. Assim você não acumula aquela pilha de coisas pela casa e mantém a organização por mais tempo.

7 – Invista em móveis multifuncionais

Os móveis com mais de uma função são muito práticos e ainda vão te ajudar a economizar espaço na casa, ou seja, são o complemento perfeito para um apartamento pequeno!
Camas, mesas ou sofás-baús, por exemplo, ainda trazem mais espaço de armazenamento para você. Já o rack do quarto pode servir como uma mesa para trabalhar ou estudar, assim como pode ter uma penteadeira embutida. Até as mesas de cabeceira podem ter um nicho especial para o seu pet!
Uma boa forma de colocar essas ideias em prática é apostar nos móveis planejados. Assim você consegue criar mobiliários totalmente personalizados às suas necessidades e ainda garante que eles terão o tamanho adequado para o seu lar.

Dicas extras para decoração de apartamentos pequenos!

Sim, nós ainda temos mais dicas para te ajudar a transformar o seu lar e torná-lo muito mais funcional! Além dos detalhes estruturais e os truques compartilhados acima, os itens decorativos fazem toda a diferença.
Para deixar a casa mais aconchegante e aproveitar melhor cada espaço, coloque em prática essas dicas extras para a decoração de apartamentos pequenos também:

  • Aposte nos espelhos

Você já pode ter ouvido falar sobre o truque do espelho por aí, mas se ainda não aplicou ele na sua decoração, chegou a hora de fazer isso! Os espelhos são um dos melhores aliados para criar uma sensação de amplitude em ambientes pequenos.
Esses objetos criam uma espécie de ilusão de ótica, fazendo com que os espaços pareçam maiores do que realmente são. Vale apostar em modelos que peguem a parede inteira ou nas versões menores para criar esse visual de reflexo e amplitude.
Móveis em vidro ou outros materiais reflexivos também podem criar essa sensação de ampliação, por isso invista neles para complementar a decoração.

  • Tons neutros ampliam os ambientes

Outra dica bem simples, mas muito importante é em relação às cores utilizadas nos ambientes da casa. Enquanto os tons mais fortes podem diminuir os espaços, as cores mais claras tendem a ampliar os cômodos.
Essa dica serve tanto para o momento de pintar as paredes quanto para a escolha dos móveis e até mesmo itens de decoração. Cortinas mais claras e produzidas em material mais leve, por exemplo, deixam os ambiente mais iluminados e ajudam a criar uma profundidade.
Isso não significa que você não pode ter uma parede ou peças coloridas em casa, ok? Basta equilibrar esses dois pontos e você conseguirá criar uma decoração muito mais leve e aconchegante.

  • Uma iluminação bem planejada faz toda diferença

A iluminação também faz toda a diferença na otimização dos espaços, por isso temos algumas técnicas para compartilhar com você. A primeira dica é aproveitar o máximo possível da luz natural: deixe janelas e cortinas abertas, evitando deixar móveis ou objetos que possam atrapalhar a entrada da luz.
Quanto à iluminação artificial, dê preferência às luzes brancas e à iluminação indireta. Para criar um ambiente mais intimista, vale a pena criar alguns jogos de luz, mesclando a luz branca com a luz amarela, destacando pontos chaves do cômodo.

Gostou das nossas dicas? Esperamos te ajudar a transformar a sua casa em um lugar ainda melhor! Aproveite para conferir outras formas de complementar a decoração de apartamentos pequenos aqui no blog da Cataguá.


Rolar para cima