Ok conquiste a independencia financeira com essas 7 dicas valiosas

Conquiste a independência financeira com essas 7 dicas valiosas!

Se você clicou neste post, compartilha um sonho em comum com grande parte dos brasileiros: a conquista da independência financeira. Esse é um objetivo muito buscado, mas muitas vezes visto como inalcançável, o que não faz jus a realidade.

Você pode sim conquistar a sua liberdade financeira e não precisa ser milionário para isso! Quer descobrir como organizar as finanças e atingir suas metas com tranquilidade? Então confira nossas dicas neste post!

Entenda o conceito de independência financeira

Muita gente sonha com a independência financeira, mas nem todo mundo sabe o que ela realmente significa. Bom, o conceito é bem simples: é considerado independente financeiramente quem possui um orçamento com reserva suficiente para viver sem depender de um trabalho integral. 

Isso não significa que você precisa de milhões para conquistar a sua independência financeira, ok? Com um pouco de organização e disciplina você consegue criar uma reserva significativa e assim garantir um futuro tranquilo financeiramente. 

Basta fazer escolhas inteligentes e você vai ver o seu dinheiro render para construir um bom patrimônio financeiro e adquirir a sua liberdade. Se você nem imagina como começar, fique calmo: nós vamos compartilhar hábitos bem simples que vão fazer toda a diferença para esse sonho se tornar realidade e te mostrar que o processo é bem mais fácil do que você imagina. 

7 passos práticos para conquistar a independência financeira

1. Entenda para onde seu dinheiro vai

O primeiro passo é mapear para onde vai o dinheiro que você recebe. Na falta de um bom controle financeiro, é comum se perder nas contas e acabar gastando mais do que tem, por isso é essencial fiscalizar seus gastos.

Para começar, procure detalhar suas despesas fixas – isso inclui telefone, água, internet, energia elétrica e todas aquelas contas que você precisa pagar todo mês. Some esses valores para saber quanto da sua renda deve ser destinado a eles e quanto sobra para investimentos e outros custos. 

2 .Fique longe das dívidas e transações com juros altos

Quem deseja obter a liberdade financeira precisa fugir das dívidas e das compras que envolvem juros altos também. Isso envolve transações parceladas, principalmente no cartão de crédito, que possui as taxas mais elevadas do mercado. 

Essas parcelas podem parecer inofensivas no início, mas podem também se transformar em uma bola de neve difícil de pagar. Se você utiliza cartão de crédito, controle seus gastos para não ultrapassar o limite ou o valor que você pode pagar no mês: prefira sempre comprar à vista, assim você evita juros e pode até conseguir descontos bem interessantes.  

Ah, temos um complemento importante para essa dica: pesquisar antes de comprar pode ajudar muito a economizar dinheiro, sabia? Não faça compras por impulso, procure o melhor custo-benefício e adquira hábitos de consumo mais conscientes, assim você verá muitos benefícios na sua vida financeira. 

3 .Organize suas finanças 

Organização é o melhor caminho para evitar dívidas, orçamento estourado e aquele aperto no final do mês. Isso não significa apenas entender para onde seu dinheiro vai, mas também controlar e administrar suas finanças com disciplina.

A nossa dica para conseguir esse controle é bem simples e acessível: faça uma planilha de gastos! Você já deve ter ouvido isso por aí, certo? A dica é conhecida de todos, mas é indispensável para quem deseja conquistar liberdade financeira, por isso não deixe de segui-la.

Vale fazer uma planilha manual, baixar um aplicativo no celular ou fazer um documento online. Para facilitar o trabalho de organizar as finanças, é possível encontrar modelos prontos na internet e depois você pode personalizar de acordo com as suas necessidades. 

4. Defina metas

Essa é outra dica muito falada, mas que nem sempre é colocada em prática. Definir metas é uma maneira de se disciplinar para conquistar seus objetivos de forma muito mais fácil – e até mais rápida. 

Antes de mais nada, tenha o seu orçamento bem claro para definir metas reais: seja sincero consigo mesmo e tenha propósitos coerentes com a sua realidade, ok? Vale lembrar também que suas metas podem mudar ao longo dos anos, pois novos objetivos podem surgir. Nestes casos é só rever os detalhes e adaptar o que for necessário. 

5. Anote todas as suas movimentações financeiras

Lembra da planilha que nós falamos lá no item 3 desta lista? Pois é, você deve criar o hábito de anotar todas as suas movimentações financeiras nela – sejam elas gastos ou rendimentos. 

Essa é uma atitude muito importante para manter o controle financeiro e entender como gerenciar o seu dinheiro da melhor maneira possível para atingir seus objetivos e conquistar a independência financeira. Encontre o meio mais adequado de fazer isso de acordo com a sua rotina e mantenha a disciplina. 

6. Pesquise opções de investimento

Investir o seu dinheiro no lugar certo é rendimento garantido, mas é preciso entender como cada investimento funciona antes de começar. A escolha pode variar de acordo com a movimentação do mercado, por isso é importante estar atento.

Ao contrário do que muitos acreditam, a poupança nem sempre é a melhor opção para deixar o dinheiro guardado e podem existir caminhos mais interessantes com rendimentos relevantes. O Tesouro Direto é um ótimo exemplo de renda fixa, escolha bastante comum entre os brasileiros, mas vale a pena pesquisar para encontrar o investimento que melhor se encaixa no seu perfil. 

7. Não saia dos trilhos!

De nada adianta colocar todas essas dicas em prática e jogar tudo para o alto daqui dois meses, viu? É preciso manter a disciplina e não deixar os hábitos saírem da sua rotina, por isso lembre-se de anotar seus gastos e sempre rever suas metas quando achar necessário.

Fazer um balanço mensal também pode ajudar, assim como estudar mais sobre educação financeira para entender melhor como administrar o seu dinheiro. Você consegue encontrar conteúdos incríveis e bem didáticos na internet, então nem vai precisar pagar nada por isso. 

É muito comum relaxar depois de atingir uma das metas ou até mesmo desistir da organização financeira, mas é preciso manter a calma e a disciplina: com paciência e foco você vai longe! 

Gostou das nossas dicas? Tem outras como essas aqui no blog da Cataguá, feitas especialmente para te ajudar nessa jornada e na conquista da casa própria. 

Não deixe esses passos ficarem só guardados na cabeça: coloque tudo em prática e conquiste a tão sonhada independência financeira!´


Rolar para cima