OK compra de imoveis o que avaliar na visitacao

Compra de imóveis: o que avaliar na visitação?

A compra de imóveis é um processo que exige muita pesquisa, afinal aquele lugar será o seu novo lar e precisa oferecer condições favoráveis para o seu bem-estar, não é mesmo? Por isso é preciso estar atento a alguns detalhes para fazer a escolha correta. 

Entender quais pontos analisar durante a visitação do imóvel vai facilitar a busca por um local capaz de atender todas as suas necessidades e com grande potencial de valorização ao longo dos anos. 

Quer saber como encontrar a casa dos seus sonhos? Então continue a leitura deste post e confira uma lista com os principais fatores para considerar na visitação, pois eles vão fazer toda a diferença no processo de compra. 

O que avaliar antes da compra de imóveis?

Quem está em busca de um novo imóvel sabe que é preciso paciência e atenção para o sonho da casa própria se transformar em realidade sem nenhuma surpresa pelo caminho. Avaliar detalhes como o acabamento, as instalações, o tamanho do imóvel e todo a infraestrutura oferecida é essencial para garantir o seu bem-estar neste novo lar. 

A boa notícia é que todos esses itens podem ser analisados bem de perto durante a sua visita ao imóvel. Apesar de existirem muitas ferramentas disponíveis no universo online para te ajudar a conhecer a planta da casa, é apenas neste momento que você vai poder conferir todos os detalhes da casa antes de realmente fechar negócio

Pensando nisso, listamos alguns fatores que você não pode deixar de avaliar durante a visitação ao imóvel. Confira:

1. Verifique a localização

O seu bem-estar no dia a dia vai depender de diversos fatores. Sendo assim, além de garantir uma casa aconchegante e funcional, você também deve ficar atento às facilidades oferecidas pela região em que o imóvel está localizado.

Para isso, faça uma pesquisa sobre o bairro antes de visitar o imóvel e verifique os serviços disponíveis nas proximidades: escolas, farmácias, padarias, supermercados, hospitais e bancos são alguns exemplos de serviços básicos, mas considere sempre as suas necessidades pessoais. Considere também a oferta de serviços públicos, como transporte, coleta seletiva de lixo e pavimentação, por exemplo. 

A distância entre imóvel e trabalho também deve ser analisada, pois este trajeto faz parte do seu dia a dia e garantir o acesso fácil pode economizar muito tempo, dinheiro e ainda evitar o estresse da correria – fator essencial para uma vida mais tranquila e saudável. 

2. Analise a parte elétrica e hidráulica

Verificar o funcionamento da parte elétrica e hidráulica é um ponto muito importante, principalmente se você está comprando um imóvel antigo. Teste as torneiras para analisar a saída de água e conferir a existência de vazamentos: o mesmo procedimento vale para as descargas dos vasos sanitários.

Na parte elétrica, teste os interruptores e o funcionamento das lâmpadas. Vale lembrar que nem sempre estes itens estão instalados nos imóveis, mas é importante perguntar sobre o sistema elétrico na visitação. 

Essa verificação é importante não apenas para a sua comodidade, mas também para a sua segurança. Se a casa possui cabeamento ou instalações hidráulicas mais antigas e danificadas, as chances de um curto circuito ou vazamentos acontecerem são bem maiores, por isso é preciso estar atento para evitar acidentes e problemas mais complexos no futuro. 

3. Certifique-se de que o imóvel possui boa iluminação

Uma boa iluminação natural é essencial para o seu bem-estar no imóvel, mas muitas vezes é deixada de lado no momento da visitação. É importante verificar se a entrada de luz solar é suficiente para as suas necessidades, pois isso faz toda a diferença no dia a dia.

Comprar um imóvel com boa iluminação natural vai garantir a economia de energia, contribuir para um ambiente mais aconchegante e ainda ajudar nas atividades diárias que exigem o uso de luz, como leitura, estudos ou trabalho. A entrada de luz também é essencial para quem decide morar em apartamentos, já que pode facilitar a secagem de roupas e contribuir para a sua qualidade de vida

Para isso, verifique a quantidade de janelas e a existência de paredes que podem atrapalhar a passagem de luz, por exemplo. A posição do imóvel também afeta diretamente na entrada de iluminação, portanto não deixe de avaliar este ponto. 

4. Fique atento às condições estruturais do imóvel

A atenção com os pontos de hidráulica e elétrica deve se estender para toda a parte estrutural do imóvel. Analisar a conservação e a qualidade dos detalhes de acabamento, como pintura, azulejos, pisos e revestimentos é muito importante para identificar a necessidade de reparos.

Considerar as possibilidades de reformas no imóvel também é interessante, pois você pode transformar os espaços de acordo com as suas necessidades de forma mais prática, conseguindo assim deixar a casa com a sua cara – seja agora ou no futuro. 

Vale a pena conversar também sobre as últimas manutenções ou reformas feitas no imóvel para entender melhor a condição estruturais e das instalações em geral. Isso é um fator ainda mais relevante em imóveis antigos. 

Caso você escolha morar em um apartamento…

As dicas acima são válidas para qualquer tipo de imóvel, mas quando você escolhe comprar um apartamento para chamar de lar existem alguns itens complementares a serem analisados durante a visitação.

Diferente das casas, os apartamentos costumam oferecer um sistema de segurança mais completo, assim como opções de lazer diversificada e mais praticidade no dia a dia. Vale também lembrar que os condomínios podem ter mais regras, por isso é preciso analisar esses detalhes na visita. 

Confira alguns fatores extras para analisar na compra de imóveis em condomínios:

1. Verifique a acessibilidade

Certificar-se de que a acesso ao apartamento é adequado para suas necessidades é um ponto muito importante, principalmente se você tem pessoas com dificuldade de locomoção em casa, como idosos, crianças pequenas ou pessoas com deficiência. 

Contar com um elevador faz toda a diferença na hora de carregar as compras, locomover um carrinho de bebê, uma cadeira de rodas ou levar a mudança, por exemplo, por isso considere essa comodidade nos condomínios. Imóveis no térreo também podem ser uma boa solução. 

2. Analise a segurança oferecida

A segurança é uma das grandes preocupações para quem está em busca do imóvel ideal, por isso a dica é válida tanto para casas quanto para apartamentos. A diferença é que os cuidados de proteção nas casas normalmente ficam por conta do proprietário, mas também é essencial checar se o bairro é seguro nestes casos. 

Já no caso dos apartamentos, vale perguntar sobre o sistema de segurança, funcionamento da portaria e também sobre o controle de entrada e saída de pessoas, por exemplo. A dica de pesquisar sobre a segurança do bairro se aplica aos condomínios também, ok?

3. Visite a área de lazer do prédio

Uma das grandes vantagens de escolher um apartamento é poder contar com uma área de lazer, por isso vale a pena conhecer esses espaços durante a visitação também. Apesar de não ser um item obrigatório, a grande maioria dos condomínios aposta em opções de lazer cada vez mais variadas e este é um complemento que tem atraído muitos compradores.

Morar em um condomínio com área de lazer completa pode trazer muitos benefícios para a sua qualidade de vida, além de trazer mais praticidade no dia a dia. Contar com uma academia vai trazer economia de locomoção, matrícula e até mesmo estimular a prática de exercício por permitir uma maior flexibilidade nos horários.

Este foi apenas um exemplo, já que o condomínio pode oferecer diversas opções voltadas para o lazer e o bem-estar: piscinas, spa, salão de festas e até mesmo um espaço exclusivo para os pets são algumas das comodidades que você pode encontrar. Analise as suas necessidades e verifique como a área de lazer vai contribuir para a sua rotina.

4. Conheça as regras do condomínio

Ao escolher um apartamento é importante ter em mente que o condomínio é um espaço compartilhado, seus vizinhos estão mais próximos e as áreas comuns são utilizadas por todos, por isso existem algumas regras para manter a boa convivência. Para evitar surpresas no futuro, pergunte sobre essas normas durante a visitação.

Hoje grande parte dos condomínios aceitam pets, mas alguns ainda podem ter essa proibição ou não aceitar animais de grande porte, por exemplo. Por isso é essencial conhecer 

Outros pontos como a lei do silêncio, horários para mudança, obras ou regras para utilização de determinadas áreas também devem ser considerados: pense como elas afetariam o seu dia a dia e se alguma dessas normas pode ser um problema no futuro. 

Caso você escolha comprar uma casa ou um apartamento na planta, as dicas seguem as mesmas: conheça a planta do imóvel, visite o decorado, pergunte para a construtora sobre todas as instalações e aproveite para tirar suas dúvidas.

Para imóveis na planta também vale pesquisar o histórico da construtora antes de assinar o contrato e verificar se o prazo para entrega da construção está dentro do esperado para você. Este tipo de aquisição costuma ser bastante vantajoso por permitir a compra de imóveis novos com excelentes oportunidades de negociação, por isso vale a pena analisar a possibilidade. 

Faça essas perguntas na visitação!

Além de analisar todos os pontos já compartilhados ao longo deste post, também é muito importante aproveitar a visitação para tirar suas dúvidas, ok? Por isso a nossa dica é anotar suas perguntas e levá-las em um papel ou no celular mesmo para não esquecer de esclarecer tudo com o corretor.

Para te ajudar neste processo, listamos quatro perguntas que devem ser feitas ao visitar um imóvel. Já anota todas elas aí para não esquecer:

  • Quando foram feitas reformas ou manutenções?

A resposta para essa pergunta vai te ajudar a descobrir mais sobre o estado de conservação do imóvel, bem como seu potencial de valorização. Imóveis na planta ou novos normalmente saem na frente neste quesito, mas é sempre importante conferir a parte estrutural, mesmo se tratando de um espaço recém construído.

  • Quais as formas de pagamento?

Além de considerar o valor, conhecer as condições de pagamento também é importante para compreender suas opções. Pergunte sobre as possibilidades de negociação, juros, parcelas, financiamento ou alguma outra maneira de facilitar a compra. 

  • Qual a perspectiva de valorização do imóvel?

Imóveis bem localizados, novos ou com reformas recentes têm uma perspectiva de valorização boa, mas essa sempre é uma pergunta válida. Mesmo que vender o imóvel não seja uma ideia agora, entender o potencial de crescimento da região e de valorização da construção vai te ajudar a fazer um investimento inteligente. 

  • Há quanto tempo o imóvel foi construído?

Saber a idade do imóvel também é uma forma de analisar as condições estruturais da construção. Isso não significa que todos os imóveis antigos estarão com problemas, ok? Essa pergunta vai te ajudar a verificar o nível de conservação do imóvel, por isso não deixe de fazê-la. 

  • Como é a vizinhança?

O bairro acaba sendo uma extensão da sua casa, assim como o condomínio, por isso é importante conhecer o estilo de vida da região. Se você gosta de locais mais tranquilos e silenciosos, um bairro com muitos barzinhos e casas de festa pode não ser a melhor opção, por exemplo.

Essa rápida pesquisa permite uma convivência muito mais harmoniosa com os vizinhos no dia a dia, já que você vai estar em um lugar alinhado com o seu estilo de vida e que te faz realmente se sentir em casa. Afinal, é preciso se sentir bem e acolhido para ter qualidade de vida, não é mesmo?

Para a compra de imóveis na planta, lembre-se de perguntar também sobre o processo de aquisição, prazo de construção, acabamentos inclusos e possibilidade de adaptação na planta, caso ache necessário. Além disso, saiba quais são os documentos necessários para a transição, assim você garante mais agilidade na compra. 

Comprar imóveis pode parecer um processo difícil, mas com essas perguntas tudo fica mais simples e você pode fazer escolhas mais inteligentes de acordo com as suas necessidades pessoais. Então, está pronto para encontrar o seu novo lar? Estamos com você nessa jornada: tem outras dicas para te ajudar aqui no blog da Cataguá, aproveite para conferir!


Rolar para cima