Como conquistar a casa propria ganhando pouco

Se inscreva no Minha Casa, Minha Vida e conquiste seu imóvel!

Conquistar a casa própria fica muito mais simples com planejamento e organização. Por isso, é importante conhecer os processos envolvidos em um dos maiores facilitadores para essa realização: o programa Minha Casa Minha Vida que atualmente se chama Programa Casa Verde e Amarela

O programa é uma das formas mais fáceis de conquista da casa própria no Brasil atualmente, mas as dúvidas sobre os requisitos e procedimentos para inscrição ainda são muito comuns entre quem deseja adquirir um imóvel com a ajuda do Minha Casa Minha Vida. Mas não se preocupe: nós estamos aqui para te auxiliar neste processo!

O trâmite pode ser mais fácil do que você imagina, mas é preciso estar atento a documentação. Se você também quer saber como funciona a inscrição para o Minha Casa Minha Vida, então é só continuar a leitura deste post com a gente!

Como surgiu o Minha Casa Minha Vida?

O programa Minha Casa Minha Vida nasceu em 2009  com o objetivo de facilitar o acesso a moradia para as famílias brasileiras, e para isso, a parceria entre Governo e Caixa Econômica Federal oferece condições de pagamento diferenciadas para o financiamento.

Prazo maior para o pagamento, parcelas mais baixas, subsídios, taxas e juros menores são alguns destaques dentre essas condições, pontos essenciais para a conquista da casa própria com mais tranquilidade financeira. 

São mais de 10 anos de programa e não é à toa que o Minha Casa Minha Vida segue como uma das linhas favoritas para a aquisição de um imóvel. Além das condições facilitadas, vale lembrar que os imóveis que se encaixam no financiamento precisam ser novos: é a sua chance de conquistar a casa dos sonhos sem sofrer com as contas no final do mês!

Como se inscrever no Minha Casa Minha Vida?

Você com certeza já ouviu falar sobre o programa Minha Casa Minha Vida, certo? Apesar de muito conhecido, o financiamento oferecido pelo Governo por meio da Caixa Econômica Federal ainda gera muitos questionamentos, principalmente em relação ao processo de inscrição.

O primeiro passo para se inscrever no Minha Casa Minha Vida é preencher os requisitos solicitados pela Caixa Econômica Federal, definidos conforme as faixas do programa. São 4 faixas, entenda como elas são dividas:

  • Faixa 1: para famílias com renda mensal de até R$1.800
  • Faixa 1,5: para famílias com renda mensal de até R$2.600
  • Faixa 2: para famílias com renda mensal de até R$4 mil
  • Faixa 3: para famílias com renda mensal de até R$9 mil

As famílias que se enquadram na Faixa 1 devem ir até a prefeitura da cidade para solicitar o financiamento imobiliário pelo Minha Casa Minha Vida: uma vez aprovado o cadastro, as famílias são informadas sobre a data de sorteio das unidades, depois sobre a assinatura do contrato e a tão esperada entrega das chaves.

As outras faixas do programa podem fazer uma simulação online diretamente no site da Caixa e seguir as orientações para dar entrada no processo ou ainda contratar o financiamento por meio de uma entidade organizadora. 

Perguntas frequentes sobre o Minha Casa Minha Vida

1. Quem pode se inscrever?

Além da renda mensal, outros requisitos são necessários para solicitar o Minha Casa Minha Vida. Dentre eles, o solicitante não pode ter pendências no CPF ou ser proprietário de outro imóvel residencial.

Também não é permitido ter outro financiamento imobiliário em andamento, ter recebido benefícios habitacionais do governo federal e estar cadastrado no Cadmut (Cadastro Nacional de Mutuários) ou no Siaci (Sistema Integrado de Administração de Carteiras Imobiliárias). 

2. Qual é a documentação necessária?

Comprovar seus dados é muito importante e a falta de entrega de documentos pode atrasar o processo de liberação do seu financiamento pelo programa Minha Casa Minha Vida, por isso fizemos um checklist da documentação necessária:

  • Documentos do solicitante
  • RG e CPF
  • Carteira de trabalho
  • Comprovante de renda
  • Comprovante de endereço
  • Comprovante de estado civil
  • Declaração de imposto de renda
  • Documentos do imóvel
  • Matrícula atualizada
  • Contrato de compra e venda
  • Certidão de logradouro

3. Como comprovar renda?

A comprovação de renda pode ser feita de várias maneiras: holerites, extratos bancários, carteira de trabalho, DECORE (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos) ou DIRPF (Declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física). Os dois últimos são ótimas opções para trabalhadores autônomos.

Vale lembrar que todos os integrantes da família precisam apresentar documentos em caso de composição de renda familiar. Essa opção soma a sua renda a de outras pessoas (familiares ou até amigos) e pode te ajudar a adquirir imóveis com um preço mais elevado. 

4. O que é o subsídio?

O subsídio é um valor dado pelo Governo a você para facilitar a compra da sua casa própria. Essa quantia é descontada diretamente do preço total do imóvel e varia de acordo com a faixa do programa na qual você está inserido. 

Além disso, vale lembrar que existe um limite para o valor do imóvel de acordo com cada faixa do programa também. Por isso é interessante fazer uma simulação antes de dar entrada no Minha Casa Minha Vida, assim você consegue saber qual imóvel pode comprar e como ficarão as suas parcelas. 

5. Quais as vantagens do Minha Casa Minha Vida?

O programa oferece muitas vantagens e condições de pagamentos bem mais atrativas do que outras linhas de crédito imobiliário disponíveis. Com o Minha Casa Minha Vida é possível parcelar o imóvel em até 360 meses com juros bem menores do que a maioria praticada no mercado. 

Além disso, o seu saldo do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) pode ser utilizado de três formas diferentes: como entrada para o financiamento, para quitar ou amortizar o saldo devedor. Você pode diminuir o valor das parcelas por até 12 meses consecutivos, mas vale lembrar que o financiamento deve estar dentro do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) para que isso seja possível. 

Agora que você já descobriu como se inscrever no Minha Casa Minha Vida, fica mais fácil se planejar e dar entrada no processo com mais segurança e tranquilidade: o seu novo lar está mais perto do que você imagina!


Rolar para cima