piso, áreas molhadas, dicas, novidade, escolha

Piso para áreas molhadas, saiba como fazer a escolha certa

Escolher o piso ideal para áreas molhadas pode ser uma tarefa difícil. Portanto, saber quais são os ideais que podem evitar quedas e aumentar a segurança da sua família nesta área de lazer pode fazer toda a diferença.

Por isso, preparamos um artigo completo sobre o assunto, assim, você conseguirá tirar todas as suas dúvidas e sair com uma melhor escolha para sua casa. Então, leia este artigo até o final e veja quais são as melhores escolhas.
Saiba o que é coeficiente de atrito:
O coeficiente de atrito categoriza cada um dos acabamentos de acordo com a possibilidade ou não de escorregar com ele. Por esse motivo, buscar por pisos ou acabamentos que tenham um coeficiente de atrito aceitável pode prevenir acidentes.

Pisos com coeficiente de atrito menor que 0,4 são indicados para instalações normais, que não demandam maiores cuidados com segurança, já os pisos com coeficiente de atrito maior que 0,4 são recomendados para locais onde se requer resistência ao escorregamento.

Por esse motivo, entender o coeficiente de atrito é importante, assim você irá escolher o acabamento correto para o local correspondente à área que o piso será instalado.

Posso usar cerâmica?

A respostas é sim, mas saber qual é a melhor cerâmica é muito importante, pois elas também possuem coeficiente de atrito. No caso da cerâmica, a escolha vai bem além, pois a aplicação pode influenciar no resultado da área molhada.

A cerâmica pode ser uma solução bastante prática e acessível para quem busca um acabamento antiderrapante e bonito. A cerâmica atende tanto internamente como externamente.

Ela pode ser usada para revestimento no banheiro e também para um deck externo, mas o cuidado com a cerâmica está na textura, quanto mais lisa, brilhante e similar ao porcelanato, maior será a possibilidade de acidentes.

Portanto, lembre-se sempre de analisar os detalhes da cerâmica antes mesmo de escolher as cores do ambiente. Assim, você poderá fazer a escolha correta tanto das cores como da decoração do ambiente, de acordo com os pisos e acabamentos mais seguros para o perfil de obra que irá fazer.

Posso colocar pedras neste acabamento?

As pedras são acabamentos muito eficientes, pois elas conseguem trazer um ar mais rústico e sofisticado em simultâneo. Elas são resistentes, atérmicas, antiderrapantes e apresentam baixa absorção de água.

Elas podem ser usadas tanto para acabamento em piso como nas paredes e podem deixar o ambiente externo ainda mais bonito. No caso das pedras o conselho é usá-las sempre do lado de fora.

Esse é o melhor revestimento para áreas de piscina, onde você poderá colocar cadeiras de descanso e espreguiçadeiras.

Como ficaria o acabamento com mármore?

O mármore é extremamente versátil, além das cores ele pode ser uma solução bastante efetiva para quem busca um piso que pode ser usado tanto dentro como fora de casa e podem inclusive ter uma tonalidade mais escura, lembrando madeira.

O mármore é bastante seguro, pois oferece diversas texturas para os seus usuários. Esse revestimento não é barato, mas oferece uma excelente cobertura e uma similaridade bem próxima do porcelanato com muita sofisticação.

É importante ressaltar que o mármore não é indicado em locais de muito trânsito de pessoas. Ele é um material menos resistente, por isso, sempre opte por colocá-lo em locais mais reservados.

Um ponto negativo são os surgimentos de manchas que ocorrem por causa do acúmulo de água e falta de manutenção no piso.

O valor deste acabamento é um pouco mais salgado e a metragem do local pode impactar no valor final, portanto, tenha atenção no orçamento.

Acabamento externo em madeira

A madeira é um dos tipos de piso mais procurados para o entorno da piscina. Ela deve ter uma estrutura de vazamento de água, ou coleta.

Neste caso é importante que onde for usada ela tenha um espaço pequeno entre as tiras de madeira, para que a água passe e chegue ao objetivo. Isso irá contribuir para a preservação do material.

A estrutura de madeira deve ter contato com o sol, para que a secagem seja mais rápida e assim manter o bom estado do revestimento. A manutenção deste material precisa ser feita com regularidade para não haver desgaste e até mesmo tiras quebradas.

A manutenção deste material é um pouco cara, mas ela tem uma durabilidade bem longa quando bem tratada e envernizada com cuidado.

Por fim, vale dizer que áreas molhadas precisam de cuidado, portanto, busque pela opção que seja melhor para você e não se esqueça de fazer a manutenção com regularidade, independente da sua escolha, para não haver desgastes, acidentes e problemas futuros.


Rolar para cima